Quem é o seu público? Entenda o que é persona e porque ela é importante

Mesmo que você queira vender o seu produto ou serviço para todo mundo que se interessar, é muito importante definir quem é a persona e traçar estratégias para atrair a sua atenção e, posteriormente, converter em vendas.

Muitas vezes você quer atingir muitos públicos e acaba sem foco na sua comunicação. Afinal, uma mulher jovem, de 27 anos, formada em Medicina não consome as mesmas coisas que um homem de 45 anos, que é autônomo no ramo de representação comercial.

Uma das principais dificuldades de quem procura agências de publicidade e marketing digital é responder a clássica pergunta: quem é a minha persona? 

Continue lendo o texto que vamos explicar direitinho!

A Persona é a representação do consumidor perfeito para seu produto, o seu cliente ideal. É um personagem fictício que tem suas complexidades, gostos, hábitos, personalidade e muitos fatores que influenciam na sua decisão de compra.

  • Exemplo de Persona: Júlia tem 26 anos é psicóloga e mora com o namorado num apartamento pequeno. Ela é apaixonada por papelaria, decoração e plantas. No seu pouco tempo livre adora cuidar das suas plantas e não abre mão de anotar tudo em cadernos, planners e bloquinhos. Ela leva em conta a indicação de suas amigas e gosta de buscar referências no Instagram, Pinterest e vídeos no Youtube. 

Provavelmente a Júlia vá se interessar por marcas de caderno, canetas, mochilas, artigos para jardinagem, etc. A grande sacada é entender quem é o cliente ideal e buscar formas de conquistá-lo.

Por que tenho que ter uma persona definida em minha empresa?

Ter uma persona definida ajuda no conhecimento de seu público, e na escolha de estratégias de vendas. Sabendo para quem se dirigir e a linguagem correta, toda a comunicação será mais assertiva.

Algumas perguntas importantes para definir a sua persona:

1. Quais lugares ela/ele frequenta?

2. Em que canais a sua persona está? No Twitter, no Instagram ou no Facebook? 

3. Compra mais em e-commerce ou loja física?

4. Ela abre e-mails ou gosta da praticidade do Whatsapp? 

5. Quais são seus gostos?

6. Qual a sua profissão e hobbies? 

Esses são alguns exemplos para você começar a definir quem é a sua persona e o que vale a pena investir para atraí-la. O importante é entender as prioridades e necessidades do seu cliente, pois somente assim você será possível melhorar a experiência de compra e até mesmo fazer upgrades em seus produtos. 

Não devemos levar em conta apenas os nossos gostos pessoais. Por exemplo, se você não gosta de assistir BBB ou ouvir rádio, não significa que a sua persona também não goste. Por isso, é muito importante a definição dos canais de comunicação, e ninguém melhor que uma agência de comunicação para ajudar você nessa tarefa. Um especialista na área conseguirá traçar um planejamento de mídia, uma linha de comunicação visual e textual que trará resultados positivos. Se precisar de alguma ajuda ou tiver dúvidas entre em contato conosco.

Conversas que marcam: a importância do SAC

Ao traçar os objetivos de qualquer negócio, é muito importante ter em mente que o pós-vendas deve ser acessível, rápido e dinâmico. Convenhamos, quando adquirimos um serviço ou compramos algum produto, ninguém quer ficar preenchendo vários formulários e aguardar mais de uma semana para resolver o problema. 

O SAC, Serviço de Atendimento ao Consumidor, serve como um apoio ao cliente, um local (pode ser no site, Whatsapp ou e-mail) que vai resolver as dores da pessoa e esclarecer todas as dúvidas. Ele tem uma importância estratégica, pois além de ouvir e resolver os problemas, é possível identificar e analisar diversas oportunidades de melhoria.

Por que devo ter um bom SAC na minha empresa?

Não é só em loja física que o público precisa de um atendimento mais personalizado. No e-commerce o cliente também pode precisar de orientações sobre prazos de entrega, formas de pagamento, rastreamento dos pacotes, etc. Por isso, ter um setor especialmente orientado e focado em proporcionar o melhor atendimento é essencial. 

Confira algumas vantagens de investir em um bom SAC:

  • Destaque-se da concorrência

Ter uma cultura com foco no cliente é a preocupação de muitas empresas de sucesso, mas, infelizmente, ainda não é a realidade do mercado. Ao adotar uma estratégia de SAC, a sua empresa será destaque frente aos concorrentes, e além disso, você notará diversas oportunidades de melhorias nos serviços e produtos.

Simplesmente, ouça o seu cliente e identifique o que pode e deve ser mudado para oferecer a melhor experiência.

  • Fidelização do seu cliente

Ter um atendimento humanizado e com foco em ouvir os clientes é uma dica preciosa para atingir o sucesso da sua marca. Quando o público se sente acolhido é muito mais fácil fortalecer o vínculo e fazer com que ele indique o seu produto ou serviço para mais pessoas.

  • Proximidade com o cliente

Fale a língua do seu público. Se o seu produto é voltado aos jovens, fale a linguagem deles, use as gírias e memes das redes sociais do momento. 

Porém, se a sua marca é séria e trata de assuntos importantes, como uma clínica médica, por exemplo, algumas piadas ou brincadeiras podem soar mal e até mesmo ofender alguém. O bom senso sempre é a melhor saída. 

  • Boa reputação

Principalmente quando se trata de e-commerce, as avaliações são essenciais para ditar o que será comprado ou não. Por isso, ter um serviço de SAC comprometido em resolver os problemas irá aumentar o número de avaliações positivas. 

Cuide também dos comentários em redes sociais e nas avaliações do site, pois os comentários positivos são ótimos para criar uma boa reputação no mercado.

Dê uma atenção especial ao Reclame Aqui, plataforma de reclamações oficial e mais acessada pelo público. 

Problemas sempre vão existir, mas o diferencial do seu negócio fica por conta de como você consegue resolvê-los. Mesmo que o seu produto ou serviço tenha apresentado algum defeito ou problema, com o suporte correto, de maneira rápida e atenciosa, o seu público irá ter uma experiência considerada positiva, pois tudo foi resolvido.

Quando o cliente for indicar a sua empresa, terá na memória a solução rápida e o bom atendimento que recebeu.

Quer ficar por dentro de conteúdos sobre Marketing Digital, Vendas, Redes Sociais e muito mais? Assine a nossa newsletter!

O que é ROI e por que ele é tão importante?

Certamente você já deve ter ouvido falar nessas três letrinhas tão importantes: ROI. Elas significam Retorno sobre o investimento do inglês, return on investment, uma métrica usada para saber quanto a empresa ganhou com investimentos, principalmente na área de Marketing. 

Sabendo qual o seu ROI, é possível planejar metas e traçar novos objetivos baseados em resultados tangíveis. A partir disso, você consegue entender se está valendo a pena ou não investir em determinados canais. Nada mais é que um indicador que fornece o resultado final de cada ação ou campanha, além de mensurar o custo com novas ferramentas e treinamentos para a área. 

Nada de achismos, você precisa saber o que dá resultado e o que não te leva a nada!

Ninguém gosta de gastar dinheiro atoa, ainda mais sem saber se a estratégia realmente deu certo e no que você precisa melhorar. Por isso, o ROI é a métrica certa para você entender melhor o que está acontecendo com o seu plano de marketing.

Como faço para calcular o ROI? 

Primeiro, é preciso levantar a receita total, subtrair dela os custos e dividir esse resultado também pelos custos. Vamos para praticar?

Exemplo: o ganho da sua empresa foi de 200 mil reais e o investimento inicial tenha sido de 20 mil. Utilizando a fórmula de ROI acima, temos:

  • ROI = (200.000 – 20.000) / 20.000
  • ROI = 9

Aqui nesse exemplo o ROI foi de 9 vezes o investimento inicial, ou seja, o retorno foi de 9 vezes o que investiu e, por isso, a ação que você realizou deu resultado positivo. 

  • Benefícios de calcular o ROI

Para deixar ainda mais palpável os benefícios de saber e monitorar o ROI da sua empresa fizemos uma lista:

– Rastreabilidade de ações

– Controle de métricas e indicativos

– Previsibilidade de erros e prejuízos

– Demonstra organização e visão empreendedora

– Aplicação correta do investimento

– Ações de comunicação mais assertivas
Ficou com alguma dúvida? Envie sua mensagem, será um prazer continuar essa conversa pelo nosso site!

Descubra as redes sociais que estão em alta em 2021

Um dos principais erros de quem está começando no marketing digital é querer estar em todas as redes sociais e participar de tudo que está acontecendo no mundo virtual.

Antes de criar um perfil nas redes que estão em alta é preciso ter uma estratégia digital, afinal hoje já não é mais um diferencial, mas uma necessidade.

Um estudo realizado pela plataforma Hootsuite ressalta a importância de criar soluções digitais e contemplar esse público que está na internet em busca de entretenimento, produtos e serviços.  Confira alguns dados importantes:

  •  Quase dois terços da população mundial tem celular;
  •  Mais de metade do tráfego da web mundial vem de telefones celulares;
  •  Uma em cada cinco pessoas no mundo efetuou uma compra online nos últimos 30 dias.

Levando em conta esses dados, é óbvio que você precisa estar presente nas redes sociais, mas é preciso muita cautela e estudo para atingir o seu público. Não é só porque estar nas redes sociais é fácil e rápido que devemos sair por aí criando contas em tudo quanto é lugar. 

Passo 1 – Quem é a sua persona?

Entenda quais os hábitos do seu cliente ideal. Ele gosta de publicar fotos no Instagram? Prefere ver vídeos no TikTok ou ainda prefere os grupos do Facebook?

Não existe certo ou errado, mas apenas hábitos de consumo e de comportamento que serão muito importantes para nortear as suas estratégias. 

Passo 2 – Ação: Quais redes sociais eu devo estar? 

Segundo estudo realizado pelo Social Media Research Summary, as redes sociais mais acessadas hoje, por ordem de usuários ativos, são:

  •  Facebook – 1,8 bi
  •  Whatsapp – 1 bi
  •  Facebook Messenger – 1 bi
  •  Twitter – 317 mi
  •  Pinterest – 150 mi
  •  Linkedin – 106 mi

Cada rede social funciona de forma diferente, por exemplo, o Whatsapp é mais utilizado para mensagens rápidas e comunicação direta com o cliente, é recomendado para lojas online, atendimentos personalizados e serviço de SAC.

Já o Instagram é muito utilizado como vitrine, mostruário de produtos, é a rede social que te dá a chance de mostrar o seu produto com imagens produzidas e deslumbrantes. 

O Facebook, por sua vez, ainda detém um grande número de usuários que gostam de textos mais longos, vídeos e muitas imagens para compartilhar com os amigos. Geralmente, quem está nessa rede social gosta de conversar e comentar nos posts das empresas.

Passo 3 – Planejar os conteúdos

Mesmo que tudo pareça instantâneo no Twitter, e as fotos do Instagram sejam feitas no celular, tudo precisa ser planejado. Defina o seu tom de voz, se quer ser mais informal ou o seu negócio precisa de uma linguagem mais formal; que tipo de imagens serão usadas; quais conteúdos são interessantes para o seu público. 

 Passo 4: Geração de conteúdo 

Depois de analisar, aprender sobre cada rede social e quais delas vão se encaixar melhor na sua empresa é só começar a gerar conteúdo. É aí que entra o trabalho de uma agência de publicidade ou de um social media. Tenha em mente que você terá que escrever o conteúdo, cuidando as regras de português, criar as imagens ou fotografar, publicar e monitorar essas publicações, além de responder as perguntas nos posts e chat. Caso você se ache apto para fazer todas essas tarefas, ótimo! Mas é sempre bom pedir ajuda a quem entende do assunto. 

DG5: Soluções em Publicidade, Comunicação e Web

Ficou com alguma dúvida sobre o conteúdo do texto ou quer ajuda com a criação de estratégias digitais? Entre em contato conosco! 

Fontes:  Blog Content Tools 

Blog Resultados Digitais 

We are social

Marketing de influência: um guia de como usar essa ferramenta a seu favor

É natural buscarmos indicações e levarmos em conta a opinião de amigos e pessoas próximas a nós na hora de efetuar uma compra, assinar um serviço ou iniciar um curso, por exemplo. O marketing de influência funciona exatamente dessa maneira.

Explicando o conceito: Marketing de Influência, ou Influencer Marketing, é uma estratégia de marketing digital que envolve produtores de conteúdo que exercem influência sobre grandes públicos. Ou seja, eles desempenham um papel de grande convencimento na tomada de decisões de compra daqueles que os seguem.

Se a sua loja é nova ou não é muito conhecida, o marketing de influência pode ser uma ótima opção para aumentar o engajamento e consequentemente, aumentar as vendas e novas indicações do seu produto.

Por meio dessa identificação do público com o influenciador, as marcas encontram uma oportunidade de estabelecer parcerias com eles para que utilizem, apresentem e divulguem seus produtos e serviços. Exemplo: Você pode oferecer um kit com seus produtos e o influencer irá testá-los e dizer seu parecer sobre o que mais gostou, o que poderia melhorar e por que indica a sua marca.

  • Quem são os influencers? E quem eu devo escolher?

Os influencers ou influenciadores digitais são pessoas ativas nas redes sociais e que possuem um grande volume de pessoas engajadas com seu conteúdo e alto poder de influência sobre elas. Veja bem, o número de seguidores pode até ser alto, mas você deve observar se as pessoas comentam, compartilham e são influenciadas por aquela determinada pessoa. 

Existem influenciadores dos mais variados segmentos, como: moda, decoração, dicas de casa, empreendedorismo, estética, educação, entre outros. É muito importante que o influencer escolhido esteja de acordo com a sua marca e o que você vende.

Por exemplo, de nada adianta você fazer parceria com o ex-jogador de Tênis Guga e o seu serviço é sobre estética feminina; ou a influencer ser a Maísa e o seu produto for aparelhos auditivos e equipamentos para idosos. Claro que nada é proibido, mas é fundamental ajustar o influenciador com a imagem da marca e o que ela quer passar. 

Dica: pessoas comuns geram empatia e credibilidade

Todos nós já seguimos blogueiras que mostram a vida perfeita, corpos sarados, closet cheio de bolsas e sapatos que são o desejo de todo mundo. Porém, essa não é a realidade da maioria dos brasileiros. 

Por isso, é muito importante gerar uma identificação do influencer com o público. Por exemplo, se você vende xampu para cabelos crespos, é muito importante que a influenciadora tenha esse tipo de fio. Se você quer comprar uma máquina de barbear, é muito importante que alguém que realmente faça a barba esteja mostrando o produto. 

Para que a escolha do influencer seja a mais assertiva possível indicamos que você procure uma agência de publicidade, pois ela tem papel importante nessa relação entre marcas e influencers. Somente uma equipe especializada conseguirá realizar o diagnóstico do que a sua marca precisa e quem se adequa mais ao perfil dos seus seguidores. 

Fale com o nosso atendimento e comece agora mesmo a traçar a sua estratégia de Marketing de Influência!