3 erros que você pode estar cometendo na estratégia de anúncios

Só porque todo mundo está aproveitando o momento atual para anunciar nas redes sociais não significa que isso deva ser feito às pressas. É exatamente pelo fato de muita gente estar anunciando que você precisa se planejar.

Primeiro, familiarize-se com estratégias que garantam que seus gastos com anúncios sejam bem-sucedidos. Não crie um anúncio que facilmente seja ignorado entre tantas outras mensagens online. 

Uma das melhores maneiras de garantir que sua estratégia seja sólida é saber o que não fazer. A seguir, separamos três dos erros mais comuns que empresas cometem na estratégia de anúncios nas redes sociais. Confira (e evite-os).

Investir o orçamento total sem testar o público

Geralmente, quando uma empresa decide investir em anúncios nas redes sociais, cria sua segmentação por público-alvo com base no que já conhece sobre seus consumidores. Qual é o problema, afinal? Por mais completos que sejam os dados sobre faixa etária, localização geográfica, gênero e interesses do consumidor, o público online nem sempre é o mesmo e, por isso, o teste de audiência é imprescindível para anúncios digitais.

Muitas empresas acreditam que já sabem como direcionar seu público-alvo para ter maior retorno do investimento e investem a maior parte do orçamento destinado a anúncios antecipadamente, em busca de resultados rápidos.

O Facebook, por exemplo, facilita a localização do seu público-alvo ideal com um recurso de teste A/B que permite dividir o teste em até cinco anúncios de uma só vez. Agora, se você estiver criando anúncios no LinkedIn, Twitter, TikTok ou Pinterest, inicie um pequeno orçamento de teste com base em um palpite fundamentado e ajuste de acordo. Mantenha o anúncio consistente, alterando os principais fatores do público, analise e aí sim, invista pesado.

Perder conversões por causa de comentários negativos

Já dizia o ditado: “Quem está na chuva é para se molhar”. Os anúncios nas redes sociais também estão expostos a possibilidade de comentários negativos. Pode ser um ex-cliente insatisfeito ou alguém que simplesmente não gostou do anúncio, a grande questão aqui é que comentários negativos descredibilizam a sua mensagem.

Pense nisso: se ao ver um anúncio de um produto em que você tem um grau de interesse, com um comentário negativo falando que o produto não funciona ou que a experiência do consumidor foi ruim, provavelmente você desistiria da compra, não é?

Para resolver isso, é interessante dispor de um social media, profissional responsável pelo gerenciamento das redes, que esteja preparado para situações de risco. Outra ferramenta fundamental são os robôs de conversação, que são programados para responder automaticamente os usuários, reduzindo assim incidências de mensagens não respondidas, por exemplo.

Não ter um plano de ação eficiente

O objetivo final de um anúncio sempre será estimular uma ação. Para impulsionar essa reação do cliente em potencial, é necessário que você seja claro na sua mensagem, levando-o a agir: “Compre!” “Assine nossa newsletter!” “Siga nosso perfil!”

Cerca de 13% dos usuários em redes sociais sentem-se mais estimulados a comprar algo quando se deparam com o botão “compre agora” no anúncio. A regra é simples: Não dificulte quando você pode facilitar a tomada de ação do seu cliente potencial.

_

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *